Cultura

Saída do CD do Acapaná com problemas de verba

Kindala Manuel |

Dar a conhecer a linhagem tradicional do folclore nacional é o grande objectivo do grupo musical Acapaná, que enfrenta problemas financeiros para a conclusão do quarto disco, garantiu ontem ao Jornal de Angola, o director artístico e vocalista principal da banda.

Banda enfrenta problemas financeiros para concluir o disco
Fotografia: Edições Novembro

Namanga de Deus disse que o disco está a ser produzido há três anos e tem a captação e instrumentalização já concluídas, faltando apenas alguns arranjos e masterização. “Caso haja ajuda financeira, a produção final vai ser feita na África do Sul.”
O vocalista principal da banda informou que a pedido de alguns fãs, o quarto disco deve integrar somente temas no estilo tradicional folclórico, em obediência à linhagem típica do grupo.
“O álbum está a ser produzido pela B Max Produções e comporta 15 temas, interpretados em nyaneka-humbi, umbundo e português, nos estilos kilapanga e ndjando” referiu Namanga de Deus, acrescentando que hábitos, usos e costumes dos angolanos, com maior incidência aos da região sul do país, sobretudo da província da Huíla, e a defesa da Cultura Nacional.
Este ano, o grupo garantiu o suporte instrumental da 24.ª edição do Festival Nacional de Música Popular Angola (Variante), realizado no mês de Novembro, na cidade de Caxito, capital do Bengo, ganho por José Sona represente de Malanje, com123 pontos.
A bandafundado em Agosto de 1988, por Namanga de Deus, Acácio, Paulino da Conceição e Paulino Pinheiro, o grupo tem três discos no mercado.

Tempo

Multimédia