Show do Mês com os "Jovitos"


28 de Abril, 2017

Fotografia: Kindala Manuel | Edições Novembro

Os Jovens do Prenda regressam aos palcos hoje e amanhã, às 21h00, em dois concertos no Royal Plaza Hotel, em Talatona, inserido no projecto musical Show do Mês, numa promoção da Nova Energia.

Ao contrário do que tem acontecido, em que actuam apenas os integrantes da última geração, desta vez vão estar em palco as três gerações, desde a fundação do grupo, juntando elementos que não tocam juntos há mais de 50 anos.
Num concerto denominado Jovens do Prenda a homenagem, os Jovitos vão promover uma viagem pelas várias etapas do grupo, passando por sucessos como “Manhã de domingo”, “Gienda Ni Ubeka, “Makame”, “Samba Samba”, “Bela”, “Nova Cooperação”, “Angélica”, entre outros, em cerca de 1h45 minutos de show.
Para o efeito, a organização juntou os integrantes históricos do agrupamento, desde fundadores e não só, com um reportório digno do palmarés daquele que já foi considerado um dos grupos mais conceituados do país. Os Jovens do Prenda surgem em 1964, com a designação Jovens do Catambor, passando ainda nesse mesmo ano a chamarem-se Jovens da Maianga e em 1969 passam a ter a designação de Jovens do Prenda.
O nome surge a conselho de Manguxi, um empresário do Sambizanga. A formação de Os Jovens do Catambor já possuía um leque impressionante de músicos, em que se destacavam nomes como Manuelito Maventa, (viola solo), Zeca Kaquarta, (tambor), Napoleão, (puita) e Juca, (dikanza).
José Keno, o guitarrista emblemático dos Jovens do Prenda, foi o último dos seis primeiros fundadores a entrar no grupo proveniente dos Sembas. Com a sua entrada, fica completa a primeira formação de Os Jovens do Prenda, com José Keno (viola solo), Zé Gama (baixo), Luís Neto (voz), Kangongo (tambor baixo) e Chico Montenegro (tambor solo).

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA