Cultura

Show Piô junta imaginação numa viagem ao passado

Honorato Silva

Pelo quarto ano consecutivo, a Nova Energia realiza hoje, a partir das 19h00, no Centro de Conferências de Belas, no Futungo II, em Luanda, o “Show Piô”, um festival abrilhantado por estrelas da canção infantil das duas primeiras décadas de Angola como Estado independente.

Maya Cool revive hoje no Show Piô os áureos momentos da canção infantil no país
Fotografia: Edições Novembro

As gerações de 1970 e 80, hoje homens com mais de 40 anos, voltam a viajar pelas canções que animavam os programas de rádio e televisão, bem como os festivais para crianças, num encontro invariavelmente marcado por emoções fortes, com adultos a exteriorizarem sentimento de nostalgia.
Depois da estreia em 2015,inserida no projecto Show do Mês, no Royal Plaza Hotel, em Talatona, a festa da música infantil angolana foi transformada num momento de celebração de periodicidade anual, no qual muitos reencontram colegas e amigos de infância ausentes há vários anos.
Lucas de Brito “Maya Cool”, Venâncio Prata, Yuri da Cunha, Alberto Matos, Alfredo Hossi, As Gingas, Clélia Sambo, Alice Berenguel, Cininho, Joseca, Faustino Segunda e Martins Cristóvão “Pipiadora” encabeçam a lista de estrelas do passado, que voltam a subir ao palco para os aplausos do mesmo público que vibrou e fez das canções autênticos sucessos, há mais de três décadas.
Acompanhados pelos instrumentistas da banda Show do Mês, os músicos, na sua maioria afastados da vida artística, salvo algumas excepções, como Lucas de Brito, Yuri da Cunha e As Gingas, vão interpretar mais de 40 canções, em 3h30 de espectáculo, para satisfação de um público que canta do princípio ao fim e vibra, numa sala com capacidade de acolher 2800 pessoas sentadas.
 
Canções memoráveis
As canções inscritas no alinhamento do concerto fazem parte do período de ouro do canto infantil angolano, com temas criados e gravados na Rádio Nacional. Alguns músicos são homenageados a título póstumo, como José Machado “Mamborrô” e João de Assunção.
“Guida” e “Mamborrô”, interpretadas por Lucas de Brito, “Anda Girinha”, Alberto Matos, “Menina” de Júlia Domingos, “Sukula minha mãe”, Tony Kaboko, e “Pipiadora” são algumas das canções escolhidas para o show, que reserva igualmente espaço para a viagem por sucessos internacionais, com destaque para o Brasil, nas vozes de Gary Sinedima e Mary.
O reencontro no Centro de Conferências de Belas contempla, além de brincadeiras e jogos, a exibição de desenhos animados e seriados que marcaram uma época na TPA. “Pantera cor de Rosa”, “Misteriosas cidades de ouro”, “Gustavo” e “Verão Azul” fazem parte das memórias deste tempo.
Para voltar a ser criança, levando um amigo, o lema do Show Piô, o bilhete custa 16 mil kwanzas e está à venda na discoteca Stromp e no Royal Plaza Hotel, bem como disponível na linha de atendimento por telefone.

Tempo

Multimédia