Cultura

“Trova da Banda” recupera valores

O projecto “Trova na Banda”, que visa recuperar valores culturais e estimular o surgimento de talentos, especialmente naquele género musical, foi apresentado em Catete, município de Icolo e Bengo, pela União das Associações Locais de Angola (Amangola).

Em declarações à imprensa, após o encontro de apresentação, o responsável da associação pela mobilização, Tomás Bica, explicou que projecto visa também apoiar as comunidades criarem espaços onde os trovadores possam exibir o seu talento e contribuir para a ocupação do tempo livre da juventude.
Tomás Bica sublinhou que o encontro enquadra-se no espírito da afirmação do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, de que “a vida faz-se nos municípios”.
O projecto “Trova da Banda” tem dimensão nacional e os interessados devem contactar as delegações provinciais, municipais, comunais e distritais da Amangola, para a sua inscrição.
A iniciativa cultural vai ser desenvolvida em espaços apropriados, ao ar livre, a exemplo do Kutonoca, no tempo colonial, ou em recintos fechados como os antigos centros culturais e recreativos dos bairros e  aldeias. Participaram no lançamento do  projecto, no Complexo Canto do Catete , os trovadores Zefixe, Linford, Duo Canhoto, os cantores e compositores Lulas da Paixão, Walter Ananaz e Tamara Nzagi, acompanhados pela Banda Movimento.
A Amangola é uma instituição de utilidade pública, criada a 6 de Julho de 2013, com delegações nas 18 províncias do país.

Tempo

Multimédia