Voz de Ndaka Yo Wiñi o músico da interacção

Francisco Pedro |
23 de Janeiro, 2016

Fotografia: Escórcio Gomes

Ndaka Yo Wiñi actua hoje, às 21h00, no palco do Palácio de Ferro, na baixa de Luanda, em mais um concerto da III Trienal de Luanda, e augura adquirir novas experiências e muita interacção com o público.

Em palco, acompanham o cantor os guitarristas Nsangu-Zanza e Kris Kasinjombela, o baterista Jackson Nsaka e o pianista Moisés Lumbanzadio.
O repertório, disse o cantor, é constituído por “Ukola”, “Lombolola”, “Ukalile vale”, “Omdenbwha”, “Njolela”, “Sandonbwa”, entre outros temas da sua autoria, todos interpretados em línguas nacionais.  A entrada é livre, Ndaka Yo Wiñi espera renovar emoções e mostra-se curioso em pisar o novo palco, da III Trienal de Luanda, em que já passaram a banda Afro Sound Star, Carlitos Vieira Dias, banda Next, Duo Canhoto e Anabela Aya.
A direcção artística do concerto é da responsabilidade da Arte Viva. A III Trienal de Luanda arrancou no dia 1 de Novembro de 2015, vai até 30 de Novembro deste ano. Está dividida em artes visuais, com exposições de arte clássica e contemporânea, comunicação que prevê a edição de jornais, revistas, catálogos, edições e reedições de títulos bibliográficos. O programa inclui ainda emissões de rádio e televisão, ciclo de conferências, sessões de teatro, e programas de educação, que prevêem visitas de estudantes de diferentes níveis de ensino, nos espaços da III Trienal de Luanda.
A III Trienal de Luanda realiza-se com o lema “Da utopia à realidade” e “Da escravatura ao fim do apartheid”. O projecto conta com a parceira do Ministério da Cultura, do Governo da Província de Luanda, da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda, e tem o apoio da Unitel, Banco Atlântico, Endiama e Casinos Angola.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA