Voz de Pérola ecoa no Arena

Roque Silva |
28 de Julho, 2016

Fotografia: Santos Pedro

A actuação de artistas nacionais e do vocalista da banda Santos e Pecadores marca a gala da quarta edição do Angola Music Awards (prémios da música de Angola), a realizar-se no sábado, às 19h00, no Pavilhão Arena de Luanda, na Centralidade do Kilamba.

O músico português Olavo Bilac, da banda Santos e Pecadores, é uma das atracções principais da gala de premiação dos vencedores das 21 categorias em concurso e a entrega dos respectivos troféus.
Olavo Bilac, um dos quatro membros do júri, desde ontem em Luanda, apresenta temas individuais nos géneros semba, samba, bossa, morna, balada e fado, com os quais pretende dar sequência à sua carreira individual iniciada em 2014, disse ontem ao Jornal de Angola, Cyla Mendes, da organização.
A diversidade musical angolana é apresentada pelos artistas Nelo de Carvalho, Matias Damásio, Eddy Tussa, Nsoki e Celma Ribas, as bandas Afra Sound Stars e Mvula e os grupos As Africanas, Os Lirikhus e Elenco da Paz.
Mais de 50 artistas angolanos, entre individuais e bandas, residentes no país e no estrangeiro concorrem aos prémios da música de Angola.
A presente edição traz como novidade a categoria de Melhor Artista Digital Altafone, no âmbito da parceria com uma editora espanhola, e Música Popular, esta última que passa a agregar as que premiavam anteriormente as músicas regionais.
Os músicos concorrem ainda às categorias de Álbum do Ano, Artista Feminina, Masculino, Revelação e Mais Popular na Internet, Grupo do Ano, Melhor Música, Semba, Afro-House, Afro-Jazz, Gospel, Kizomba, Kuduro, R&B/Soul, Rap/Hip-Hop, Video Clip, DJ, Produtor Musical e Show do Ano. O período de votação dos nomeados do concurso Angola Music Awards (AMA 2016) terminou na segunda-feira.
C4 Pedro, Pérola e Yuri da Cunha são candidatos em maior número de categorias, liderando as nomeações com nove cada.

Maior visibilidade


A organização do concurso pretende que o referido concurso seja acompanhado por um número maior de pessoas, motivo pelo qual realiza a gala num espaço com capacidade para 12 mil lugares, o que permitiu uma redução dos preços dos bilhetes que variam de 10 a 4 mil kwanzas.
A ideia dá maior visibilidade ao concurso com o acesso de um público maior, relativamente às edições anteriores.
Ao contrário do que sucedia nas edições anteriores em que os ingressos tinham um único preço, disse Cyla Mendes, nesta edição foram definidos preços para dar oportunidade aos amantes da música, independentemente da capacidade financeira participarem da festa. Um concerto na qual actuam alguns artistas concorrentes aos prémios e novos talentos é realizada, no mesmo dia, às 23h00, no espaço cultural Link, na Centralidade do Kilamba.
Denominado “After Party Angola Music Awards”, o espectáculo é preenchido com as performances da banda Mvula, Os Lirikhus e Os Banah, Bebucho Q Kuia, Puto Prata, Nelma Félix, Nica Nashira, Mona Nicastro, Dicklas One, Mestre Dangui e do músico português Olavo Bilac. Os DJ Paulo Alves, Leo Chris, Afro Warriors e Elly Chuva animam a festa.
O Angola Music Awards é um concurso anual de música, destinado a distinguir os melhores cantores, músico, autores e bandas através do voto público.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA