Yola Semedo lança este mês CD de homenagem ao filho


7 de Outubro, 2014

Fotografia: João Gomes

Yola Semedo apresenta dias 25 e 26, em Luanda, o seu novo disco, “Filho Meu”, dedicado ao seu primogénito, Orlando Carlos, por ter mudado a forma de a mãe encarar a vida. 


O álbum tem 14 faixas: “Filho Meu”, “Não era para ser”, “Não entendo”, “Light me up”, “Volta amor”, “Nka sta volta”, “Freak”, “Don’t” (ft Livong), “Só espero”, “Mesma pessoa”, “Desejo”, “Nossa canção”, “Far away” (ft C4 Pedro) e “Você me abana”.
O disco, que inclui temas de semba, kizomba, zouk, balada e pop, tem a participação dos músicos Livongh, C4 Pedro, Bober, DJ Tafinha e Punidor.
Para Yola Semedo, o CD “Filho Meu” é um trabalho no qual apresenta o resumo da experiência adquirida ao longo destes anos de carreira, desde “Minha Alma”, de 2010, até ao momento. “Pus o melhor que um artista pode adquirir neste trabalho, que contou ainda com instrumentistas franceses, portugueses, antilhanos e norte-americanos”, revelou.
Em declarações à Angop, explicou que a sua aposta num disco melhor deveu-se também ao facto de o actual mercado discográfico angolano ter admiradores mais exigentes e haver cada vez mais discos de qualidade a serem editados.
“A música tem hoje uma forte dinâmica e é um negócio rentável, no qual já não se faz nada só por fazer, ou se aposta num artista pouco dedicado e exigente consigo mesmo. O produto discográfico apresentado tem de ter valor”, considerou. O músico tem de se empenhar muito para que realmente o seu trabalho tenha valor, de modo a que os empresários possam apostar no mesmo, pois caso contrário, sublinhou, torna-se difícil produzir uma obra.
Numa analogia aos anos anteriores, de 80 e 90, em que as músicas antilhana e cabo-verdiana tinham mais sucesso no país, Yola Semedo adiantou que hoje a realidade é outra, completamente diferente, com o produto nacional a ter a primazia.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA