Cultura

Música electrónica em festival esta noite na Baía de Luanda

Oito renomados “disc jockeys” estrangeiros e nacionais animam, entre as 18h00 de hoje e as primeiras horas de domingo, na Baía de Luanda, mais uma edição do festival de música electrónica, denominado Summer Land.

Fotografia: DR

O evento tem 12 horas, nas quais os DJ fazem performances ao vivo, baseadas em misturas de grandes êxitos da música pop, deep, rock, rap, reggae e afro house. Entre as propostas a apresentar, constam produções intemporais das últimas décadas, inclusive de artistas já falecidos, muitas delas conhecidas pelos angolanos e apreciadores dos géneros de música electrónica. O cartaz do festival traz o português Diego Miranda, eleito o 50º melhor DJ do mundo do ano de 2017, pela mais conceituada revista de música electrónica do mundo, a DJ Mag, os sul-africanos Shimza e Culoe de Song e os angolanos Paulo Alves, Kapiro, Da Soul Roucka Walgee, Rick Star, Hélio Baiano e Aldas Mix.
O festival tem uma organização conjunta de seis produtores que esperam cerca de 10 mil pessoas, tendo em conta
o número de bilhetes disponíveis.Shimza é considerado um dos mais talentosos DJ de “black poppin” e é produtor de “house  music”, misturador e mestre de efeito. Provou em vários festivais em África o seu talento musical inato e a habilidade técnica inigualável que ele possui e tornou pública desde os 15 anos.

Tempo

Multimédia