Música na Trienal de Luanda

Francisco Pedro |
26 de Março, 2016

Fotografia: Eduardo Pedro |

O palco do Palácio de Ferro, na baixa de Luanda, recebe hoje, às 21h00, o cantor e compositor Jorge Rosa, que é acompanhado pela Banda Maravilha, em mais um concerto da III Trienal de Luanda, aberto gratuitamente ao público.

Entre os instrumentistas que actuam com Jorge Rosa (voz e violão), constam Marito Furtado (bateria), Miqueias Ramiro (teclado), Moreira Filho (guitarra baixo), Isaú Baptista (guitarra solo), Chico Santos (congas), Yasmane Santos (percussão), Madrilena Cardoso e Djanira Mercedes (coros). O concerto tem a duração de uma hora, à semelhança de todas as actividades da III Trienal de Luanda, organizadas pela Fundação Sindika Dokolo, desde Janeiro passado e que já levou ao mesmo palco várias gerações de cantores e instrumentistas angolanos.
Sobrinho do conceituado compositor e cantor Sofia Rosa, falecido em 1975, Jorge Rosa interpreta clássicos do seu tio, desde a década de 1970, como “Nguexile mutunda mu Sambila”,“Mahinga Mami”, “Kalumba”, “Lumoxi”, entre outros sucessos da Música Popular Angolana.
O alinhamento musical do concerto inclui também músicas da sua autoria, como “Nini Ndingi Tuandala” e  “Axiluanda”, esta última dá título ao disco de estreia do cantor, e outras, numa variedade estilos que assentam na herança musical de seus tios, Sofia e Ilda Rosa. Jorge Rosa disse ontem ao Jornal de Angola que a sua trajectória é motivada pela obra dos seus tios e de outros compositores da mesma geração, David Zé, Urbano de Castro e Artur Nunes.
A inclinação musical vem desde a infância, “é familiar”. O seu objectivo é transmitir o legado da sua linhagem cultural, renascendo novos conceitos. “Tenho um projecto revivalista, que resgata a identificação cultural, dando ao mundo a tradição angolana, estilizando as suas origens”.
Em 2010, Jorge Rosa actuou na II Trienal de Luanda marcando a sua saída do anonimato, e dos circuitos restritos em que se exibia com o fado lisboeta, a música popular brasileira e clássicos do jazz norte-americano.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA