Música online gera polémica


6 de Abril, 2015

Fotografia: Reuteres |

A Comissão Europeia analisa os acordos da Apple com gravadoras e companhias de música digital para apurar se tentam limitar de formal desleal a concorrência, noticiou o “Financial Times”.

A Comissão Europeia procurou junto de gravadoras e companhias de transmissão online de música saber pormenores dos acordos com a Apple, numa altura em que fabricante do iPhone se prepara para lançar este ano um serviço próprio de música por streaming.
O órgão da União Europeia receia que a Apple use a sua dimensão, influência e relacionamentos para levar gravadoras abandonar empresas do mesmo mercado, como o Spotify, que depende de licenciamentos com companhias de músicas para poder ter catálogos, noticiou o mesmo jornal.
A recolha de informações é apenas o primeiro passo do inquérito, mas se a Comissão Europeia descobrir qualquer ilegalidade pode exigir mudanças nas práticas de negócios e impor multas pesadas, referiu o jornal.
A Apple foi multada no ano passado em 450 milhões de dólares acusada de conspirar com cinco editoras para elevar os preços de e-books.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA