Músicos chamados a intervir


6 de Janeiro, 2015

O director da Cultura na Lunda Sul, Jerónimo Bumba, pediu, ontem, em Saurimo, aos músicos locais para contribuírem mais na preservação e valorização dos princípios culturais etnolinguísticos da região.

O responsável sublinhou à Angop, a propósito do estado actual da cultura na Lunda Sul, que como não existe povo sem cultura, a defesa e preservação da cultura é um trabalho de todos.
Jerónimo Bumba enalteceu a iniciativa do Executivo em inserir as línguas africanas de Angola no sistema de ensino: “Para mim, o projecto é também uma política de incentivo e de manutenção das etnias nacionais.”
Os mais velhos, afirmou, precisam  de continuar a transmitir mais noções sobre a cultura e a tradição local às novas gerações, de forma a que estes possam valorizar as manifestações culturais de cada região.
O responsável destacou ainda a importância de preservar os monumentos e sítios existentes. “Estes espaços representam a identidade cultural e histórica do Povo Angolano, daí que o seu cuidado é tarefa de todos”, disse.
Até ao momento, a província tem identificados seis monumentos e sítios históricos, mas ainda existem outros por identificar.
A Direcção Provincial da Cultura, informou, tem registados 11 grupos de danças tradicionais nos municípios de Cacolo, Dala, Muconda e Saurimo. A instituição tem inscritos, na área da música, cinco bandas, 20 cantores, 11 grupos gospel, cinco colectivos de teatro e cinco artistas plásticos, além de dez promotores de actividades culturais e três associações de carnaval.
A realização de palestras e exposições de artes plásticas e documentários marcam a jornada comemorativa do Dia da Cultura Nacional, a assinalar-se no dia 8 de Janeiro. As actividades começaram domingo, na Lunda Sul, e terminam no dia 30. Consta ainda do programa de actividades, a outorga de diplomas de mérito aos  agentes culturais que se destacaram o ano passado.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA