Músicos de várias gerações foram muito aplaudidos


17 de Novembro, 2015

Músicos de várias gerações encantaram, no fim-de-semana, os amantes da música popular angolana num espectáculo promovido pela Unitel, que decorreu no Estádio dos Coqueiros, enquadrado nas festividades dos 40 anos da Independência Nacional.

Os DJ Kapiro e Djeff Afrozila, que apresentaram misturas de vários ritmos e estilos nacionais e internacionais, antecederam a actuação dos cantores. Com alinhamento diferente ao que tem sido comum, a actuação dos músicos foi simultânea de dois cantores ou grupos em palco.
O Estádio dos Coqueiros estava lotado. Landrick fez vibrar o público ao interpretar “Vou te assumir” e “Fila da goda”. Depois fez a dupla com Euclides da Lomba para cantarem “Me agarra só” e “Há mulheres e mulheres”. Anna Joyce interpretou “O Final”, “Louca” e “Não combina”, em dueto com Don Kikas.
A banda “The Groove”, de estilo afro-hause e kuduro, fez levantar a plateia ao ritmo de “Segura o corpo”, “Dança do Guetho” e “Kwankwaram”. Mais tarde, acompanhou Voto Gonçalves. O grupo de rap Zona 5 fez dançar e cantar o público, em uníssono, as faixas “Abana o vestido”, “Segunda mão”, “Jogar de se por”, “Verdade e consequência” e “Falida”. O grupo terminou a sua exibição partilhando o palco com as Gingas do Maculusso. C4 Pedro, e interpretou “Vamos ficar por aqui”, “Azar da Belita”, “African Beauty” e “Quem será”.
Ao terminar a sua exibição, C4 Pedro partilhou o palco com Filipe Mukenga, um dos mais reputados cantores angolanos. A seguir, subiu ao palco o grupo sul-africano Mafikilozo, que ao ritmo de afro house e outros géneros do seu país, brindou o público com as canções “O tswakae”, “Happiness”e “Njalo”, bastante aplaudido. O momento mais alto aconteceu com Anselmo Ralph, que interpretou “Curtição”, Não me toque”, “Única mulher”, “Aplausos para ti” e “Está difícil”. O cantor partilhou o palco com Eduardo Paim.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA