Músicos promovem o semba


13 de Novembro, 2014

Fotografia: Eduardo Pedro

Bangão, Pedro Cabenha e Dina Santos animam mais uma edição do espectáculo “Uma Roda de Semba”, que se realiza domingo, a partir das 12h00, no complexo Muximangola, na Camama.

Inserido no programa “Em Defesa do Semba”, que se realiza quinzenalmente no mesmo local, os cantores vão ser acompanhados pelos Gloriosos do Prenda e vão interpretar os melhores sucessos das suas carreiras nas décadas de 70 e 80.
Os Gloriosos do Prenda vão interpretar os temas da sua autoria mais conhecidos do público e também canções que têm sido pouco exploradas. O grupo tem como figuras de destaque os músicos Didi da Mãe Preta, Augusto Chacaia, Chico Montenegro, Dom Caetano e Baião.
Fiel Didi, responsável do espaço cultural, referiu que o objectivo da iniciativa é contribuir com espectáculos regulares para resgatar a mística que os agrupamentos e cantores tiveram há mais de três décadas.
A ideia é também dar mais oportunidades no espaço de vozes femininas consagradas, para mostrarem os seus talentos artísticos: “Elas também deram o seu contributo para o crescimento e valorização da música urbana angolana e, por isso, merecem também o nosso reconhecimento”, disse.
Bangão é um dos músicos mais referenciados do mercado nacional, fruto dos sucessos dos discos “Sembele”, “Cuidado” e “Estou de Volta” que tem no merc ado.
O músico Bangão que recentemente foi um dos convidados na 22ª edição do Variante, que este ano se realizou na província do Cunene, tem sido ao longo da carreira um dos maiores promotores do semba.
Pedro Cabembe, natural de Nbanzo Quitele, Bengo, começou a cantar na década de 1970. Gravou os discos “Ndaiué” e “Nzoji Yami”, ambos em 2010, e “Mama Sessá”, em 2013.
Dina Santos nasceu em Luanda a 8 de Outubro de 1948. Com apenas 16 anos, foi acompanhada pela orquestra de Casal Ribeiro e contagiou, como intérprete, a plateia do programa quinzenal do Rádio Clube de Angola, “Chá das Seis e Meia”.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA