Nástio Mosquito divide prémio de arte


10 de Dezembro, 2014

Nástio Mosquito e o colombiano Carlos Motta venceram ex aequo a terceira edição do Future Generation Art Prize destinado a artistas plásticos até aos 35 anos, cujo prémio é de cem mil dólares.

Nástio Mosquito nasceu em 1981 no Huambo e vive em Luanda. Carlos Motta, nascido em 1978 em Bogotá, reside em Nova Iorque. O júri era constituído sete pessoas reconhecidas internacionalmente a nível de arte contemporânea, entre as quais os curadores italiano Francesco Bonami, director da Fundação Sandretto Re Rebaudengo e da 50ª Bienal de Veneza, e Bisi Silva, directora do Centro de Arte Contemporânea de Lagos, Nigéria. O prémio foi entregue aos artistas numa cerimónia realizada, em Kiev, Ucrânia, no Pinchuk Art Centre, o centro de arte contemporânea da Fundação Victor Pinchuk, que em 2009 criou aquela distinção destinada a apoiar novas gerações de artistas “independentemente do local onde vivem e desenvolvem o seu trabalho”.
Os dois vencedores apresentam no próximo ano as exposições no Pinchuk Art Centre.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA