Njinga a Mbande ganha padrinhos para a biblioteca


17 de Maio, 2016

Fotografia: Joaquina Bento | Angop

A Casa da Cultura Njinga a Mbande, em Luanda, teve a aceitação de vinte pessoas para integrarem o projecto Padrinhos do Livro para a Biblioteca Manuel Pedro Pacavira, após uma campanha de sensibilização de 240 leitores.

A directora executiva da instituição, Kanguimbu Ananaz, disse que os padrinhos são pessoas que por vontade própria vão oferecer um livro à instituição.
Fez saber que até ao momento a União dos Escritores Angolanos (UEA) ofereceu 300 livros e a Tchingapy Editora deu 200 títulos, entre científicos, romances, poesia, contos e obras infantis.
A Casa da Cultura Njinga a Mbande tem como objectivo o fomento de actividades de âmbito social e cultural, atendendo as áreas da educação, formação profissional, resgate dos valores morais para a coesão da sociedade. A instituição dispõe de um anfiteatro com capacidade para 150 pessoas, sala para educação musical, exposição de escultura e de  pintura.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA