Cultura

Nova direcção da União dos Escritores Angolanos toma posse

A nova direcção da União dos Escritores Angolanos (UEA) tomou posse, hoje, em Luanda, em cerimónia presidida pelo escritor Luís Kandjimbo, eleito presidente da Mesa da Assembleia-geral da UEA.

Escritor Luís Kandjimbo presidiu a cerimónia de tomada de posse
Fotografia: Angop

No discurso de tomada de posse dos novos órgãos sociais, eleitos no dia 4, Luís Kandjimbo afirmou que uma das apostas da associação é intensificar a divulgação de livros em África, e facilitar a mobilidade dos escritores angolanos pelo continente.

Luís Kandjimbo adiantou que a nova direcção pretende, ainda, edificar um sistema de protecção e gestão colectiva dos direitos de autor e conexos, em prol do respeito pelos direitos morais e patrimoniais dos autores.

"A UEA pretende constituir-se em parceiro válido na criação de políticas públicas voltadas à política da cultura, do livro e da leitura", disse.

David Capelenguela é o novo secretário-geral da UEA, para o triénio 2019-2022, em substituição de Carmo Neto.

A União dos Escritores Angolanos foi proclamada em 10 de Dezembro de 1975 e tem como objectivos promover a defesa da cultura angolana como património da Nação, bem como fortalecer laços entre literatura e as artes de outros países.

Tempo

Multimédia