Cultura

"O batuque" chega a Maputo

Roque Silva |

Usos e costumes da província do Huambo são apresentados no 14º Festival Internacional de Teatro de Inverno (FITI), que decorre de 27 de Maio a 25 deste mês, em Maputo, pela companhia de teatro Oásis, na peça “O batuque”.

Histórias e o cancioneiro dos nativos do Huambo dominam as cenas do espectáculo de teatro a ser representadas por oito actores em Maputo
Fotografia: Edições Novembro

O espectáculo, sobre a tradição dos ovimbundo oriundos da província do Huambo, é apresentado domingo, dia 4, no Teatro Avenida, na capital moçambicana, um dia depois da chegada do colectivo angolano em Moçambique .
“O batuque”, de autoria de Africano Cangombe, primeiro director do grupo, montado por António Flor, procura abordar a preservação dos valores culturais do planalto central, em particular do Huambo, e da identidade angolana, em geral. As histórias, tradições e o cancioneiro dos nativos da província que teve a cidade capital homónima designada oficialmente por Nova Lisboa, entre 1928 e 1975, dominam as cenas da peça representada por oito actores, entre os quais António Flor, Teresa Tandele, Morais Paulo, Maria João, Fernanda Rosete, Antónia Soares, Maria Isabel e Israel Missi.
A história é protagonizada pelo jovem Tchissoca, que é declarado louco, uma demência que se confunde com a perda dos valores culturais por ter oferecido um batuque deixado pelos seus antepassados.
O instrumento musical é uma poderosa herança que a personagem principal da história, Tchissoca, entrega deliberadamente ao filho de um visitante. A sua atitude custou-lhe a expulsão da aldeia, pois o batuque, instrumento com uma dimensão, valor e símbolo extraordinário, foi relegado para o segundo plano. A apresentação de “O batuque” precede a exibição do drama “Doente Imaginário”, da companhia moçambicana Eça Teatro. O actor Herbet Lima disse que grupo Oásis aproveita a ocasião para fortalecer e estreitar os laços com os demais grupos participantes do FITI, com o objectivo de colher experiências de colectivos com realidades diferentes.
O actor revelou ao Jornal de Angola que o Oásis foi indicado para participar no 14º FITI pela Globo Dikulo, associação angolana que desenvolve projectos com a organização do festival.   
O Festival Internacional de Teatro de Inverno (FITI) é realizado pela Associação Cultural Girassol de Maputo, e a presente edição alberga 26 espectáculos de igual número de companhias de Moçambique, Angola, África do Sul, Portugal e da Alemanha, nas salas Teatro Avenida, Teatro Gil Vicente e no Centro Franco Moçambicano.

Tempo

Multimédia