Organização recebe obras concorrentes


14 de Outubro, 2015

O Instituto Nacional das Indústrias Culturais (INIC) anunciou segunda-feira, em Luanda, estar aberto até 11 de Fevereiro de 2016 o processo de recepção das obras de escritores angolanos para a próxima edição do Prémio Literário Jardim do Livro Infantil.

O Instituto Nacional das Indústrias Culturais avança que o concurso  é aberto a autores no domínio da literatura infanto-juvenil, contribuindo, desta forma, para o engrandecimento, quer do prémio quer da literatura infantil angolana.
Os concorrentes devem enviar as suas obras dentro de um sobrescrito grande fechado e assinado com o seu pseudónimo, devendo a sua identificação completa e fotocópia do Bilhete de Identidade, em sobrescrito de menor tamanho igualmente fechado, acompanhar as referidas obras que devem ser remetidas em três exemplares, digitados a dois espaços, em folhas A4, devidamente encadernadas, assinadas com o respectivo pseudónimo.
A correspondência deve ser remetida para Prémio Literário Jardim do Livro Infantil, Instituto Nacional das Indústrias Culturais, Caixa Postal 1248, Rua Cirilo da Conceição Silva n.º 7, 2º andar, Luanda.
A organização informou que ao vencedor de cada edição é atribuído um valor de 500 mil kwanzas e um diploma, bem como a publicação da obra pelo Instituto Nacional das Indústrias Culturais.
O Prémio é anual e tem por objectivo incentivar a criação literária infanto-juvenil, promover o gosto pela leitura e o surgimento de novos autores no domínio da literatura infanto-juvenil e constitui uma homenagem aos precursores da Literatura Infantil Angolana.
O escritor Chibalabala, pseudónimo literário de Valdemar Carlos Vicente Mendes Sakwesa, foi o vencedor da última edição do Prémio Literário Jardim do Livro Infantil com a obra “Era uma vez na Terra do Tomate”.
Desde o seu início foram já galardoados os escritores Maria Celestina Fernandes, Áurio Quicunga, Zulinni Bumba, Basílio Chindombe e Cynthia Perez.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA