Cultura

Organização satisfeita com adesão de alunos

Manuel Albano

A participação em grande número de estudantes no Jardim do Livro Infantil do Sambizanga, que decorreu de 13 a 15 deste mês,  no Largo Alameda, em Luanda, deixou satisfeita a organização.

Fotografia: DR

Em função do êxito alcançado na primeira edição, o administrador do Sambizanga,  António Fiel Didi, garantiu a realização da segunda edição, em Novembro, por forma a tornar a iniciativa num evento permanente de promoção do livro e de autores nacionais.
Atrair mais leitores, particularmente estudantes do ensino do primário e secundário são os principais objectivos da feira, que nesta primeira edição colocou à disposição dos alunos, pais e encarregados de educação mais de cem títulos de autores nacionais e estrangeiros. O administrador disse que os alunos foram atraídos pela diversidade de títulos infanto-juvenis de autores nacionais e estrangeiros, livros sobre educação ambiental e familiar, saúde, desenho e pintura, teatro e jogos.
António Fiel Didi agradeceu o empenho de todos que contribuíram para a realização do Jardim do Livro Infantil do Sambizanga. Declarou esperar que na próxima edição, aumente a presença de alunos de escolas públicas e privadas, bem como a de pais e encarregados de educação.
Entre os livros infantis ex-postos na feira, sobressaíam  “Esfregona Dançarina” e “O Maboque  Mágico”, de Cremilda de Lima”, “Montanha do Sol”, de Maria Eugénia Neto, “O Regresso do Kambongue”, de Kanguimbu Ananaz, e “A Fada Clodi”, de Marta Santos.

Tempo

Multimédia