Cultura

Os Jovitos e Kiezos brilham no Kilamba

Com um reportório de músicas que marcaram várias gerações, os agrupamentos musicais Os Kiezos e Os Jovens do Prenda abrilhantaram, domingo, centenas de pessoas que presenciaram a homenagem ao grupo musical "Os Bongos", no Centro Recreativo e Cultural Kilamba, no distrito do Rangel.

Conjunto musical do Lobito recebe distinção no Centro Kilamba
Fotografia: Lino Guimarães | Angop

O grupo homenageado, “Os Bongos”, originários do município do Lobito, província de Benguela, abriram o espectáculo interpretando alguns dos seus sucessos, num espaço que era pequeno para cerca de 500 pessoas que prestigiaram o evento. Os Bongos, fundado em 1970, cantaram “Pagador”, “Kazukuta”, “Madalena” e “Eyovoko”, recordando os tempos áureos em que eram aclamados um pouco por todo o país, quando na década de 1970 integrava exímios instrumentistas. Depois do grupo homenageado, Os Kiezos, aproveitando a animação dos espectadores, subiu ao palco para tornar mais escaldante a manhã e tarde de domingo, num ambiente totalmente contagiante pela cultura da música popular angolana. Com Os Kiezos actuaram, também, os cantores convidados: Tony do Fumo Júnior e Cristo, que interpretaram vários temas para delírio dos convivas na primeira edição de 2018  do “Muzongué da Tradição”. Um dos momentos mais aguardados foi quando o agrupamento Os Jovens do Prenda subiu ao palco para encerrar a homenagem. A banda, que fez uma radiografia pelo seu vasto reportório musical, en-cantou o público com sucessos no estilo semba. Os Jovens do Prenda interpretaram “Tendinha”, “Desespero”, “Chiquita”, “Nguenda nyubeka” e “Longa marcha”, provocando um alvoroço entre os amantes da música angolana pois todos desejam ocupar a pista, que foi pequena para tanta animação e emoção.

Tempo

Multimédia