Papel dos arquivos é tema de reflexão

Roque Silva |
9 de Junho, 2016

O papel dos arquivos na sociedade angolana e a sua importância para a criação de ambientes de paz e harmonia é analisado hoje, a partir das 10h00, no anfiteatro do Instituto Superior de Ciências da Comunicação (ISUSIC), na Centralidade do Kilamba, em Luanda, por especialistas nacionais ligados a área de arquivos e documentação.

O tema em análise é abordado na palestra “O papel dos Arquivos na Harmonização dos Povos”, que tem como prelectores a directora do Arquivo Nacional de Angola, Alexandra Aparício, e a coordenadora do curso de Ciências da Informação do Instituto Superior de Ciências da Comunicação, Irima Campillo, alusiva ao Dia Internacional dos Arquivos, que se celebra hoje.
Consciencializar os dirigentes sobre as vantagens de uma boa gestão documental, para uma governação saudável e um desenvolvimento planeado, aprimorar a percepção que as pessoas têm dos arquivos mostrando a sua importância com a promoção da defesa dos seus direitos e identidade são dentre outros aspectos em abordagem na palestra.
Vários acções de promoção e divulgação da causa dos arquivos são realizadas em vários países, em comemoração ao 9 de Junho, depois da criação em 1948, do Conselho Internacional de Arquivos (CIA), pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO). O Conselho Internacional de Arquivos é a organização profissional dos arquivos e da comunidade arquivista, dedicada a promover a conservação, desenvolvimento e utilização do património mundial arquivístico.
O Dia Internacional dos Arquivos foi instituído pela Assembleia Geral do Conselho Internacional de Arquivos , realizada em Novembro de 2007, em Québec, Canadá.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA