Cultura

“Ainda estamos na Creche 333” na galeria Adonis Fortunato

Uma exposição colectiva dos artistas Marco Kabenda, Casca Pinto, Zinha Monteiro, Adão Mussungo, Nelo Texeira e Alekssandre , com o título “Ainda estamos na creche 333”, é inaugurada amanhã, às 19h00,  na galeria Adonis Fortunato, na Baixa de Luanda.

Fotografia: DR

A mostra abarca as modalidades de pintura, escultura, instalação e performance, e marca a abertura da galeria, no bairro dos Coqueiros, no quinto andar do  Prédio do Livro. As obras têm como tema a sincronicidade, um conceito desenvolvido pelo psiquiatra e psicoterapeuta suíço Carl Gustav Jung  (1875-1961), que fundou a psicologia analítica, propôs e desenvolveu os conceitos de personalidade extrovertida e introvertida. Faz referência sobre a ocorrência de dois ou mais eventos que coincidem de uma maneira que seja significativa para a pessoa (ou pessoas) que vivenciaram essa “coincidência significativa”.
“Ainda estamos na creche porque decidimos acreditar que a vida é uma creche onde nós viemos encher de cores e alegria.  Nós temos o poder de manifestar aquilo que quisermos”, argumentam os artistas.
O proprietário da galeria, Alekssandre, disse que o projecto privilegia uma visão livre em que o aspecto criativo se sobrepõe  a qualquer outro, e que a escolha dos Coqueiros para albergar a mostra acarreta um simbolismo da génese da cidade de Luanda.

Tempo

Multimédia