Alemão conquista o Pritzker


14 de Março, 2015

Fotografia: Afp

O arquitecto alemão Frei Otto, falecido na segunda-feira na Alemanha, é o vencedor do Prémio Pritzker de Arquitetura, anunciou ontem em comunicado Tom Pritzker, o presidente da Fundação Hyatt, que patrocina a iniciativa.

“Frei Otto é um modelo para todas as gerações de arquitectos e ainda bem que o júri lhe atribuiu o prémio em vida”, disse. Frei Otto, salientou, foi informado no início do ano da atribuição do prémio que devia receber em Maio, numa cerimónia em Miami. Frei Otto foi o 40º distinguido com o Prémio Pritzker, também conhecido como o “Óscar” da Arquitectura, e o segundo alemão a conquistá-lo.
“Estou muito satisfeito por receber o Prémio Pritzker e agradeço ao júri e à família Pritzker, mas nunca fiz nada para o merecer”, referiu Frei Otto, quando lhe deram a notícia.
“O meu objectivo foi construir edifícios para pessoas pobres vítimas de catástrofes naturais”, declarou o arquitecto.
Frei Otto prometeu na altura aproveitar o tempo de vida que lhe restava a continuar “a ajudar a humanidade” e que dessa forma era “um homem feliz”.
O arquitecto, pioneiro na utilização de tendas em estruturas, acreditava “no uso eficiente e responsável de materiais” com “o mínimo de impacto ambiental”.
Um dos seus trabalhos mais conhecidos é a cobertura das instalações desportivas no Parque Olímpico de Munique e no Médio Oriente.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA