Arte islâmica chega a Paris


18 de Outubro, 2014

Fotografia: Dr

“Le Maroc Medieval - Un empire de l’Afrique à l’Espagne” é o título da nova exposição temporária de arte islâmica, inaugurada ontem e que fica aberta ao público até 19 de Janeiro de 2015, no Museu do Louvre, em Paris.

A mostra, que integra peças de arte islâmica de vários países, é comissariada por Yannick Lintz (directora do departamento Artes do Islão, no Louvre) e por Bahija Simou (directora dos Arquivos Reais de Rabat).
A exposição vai estar patente num espaço privilegiado do prestigiado Museu do Louvre, um dos mais visitados do mundo, o que constitui um importante meio de divulgação do acervo islâmico.
Entre as peças seleccionadas constam alguns objectos de excelência, que, em termos artísticos e técnicos, ilustram o apogeu do mundo islâmico ocidental, entre os séculos XI e XV d.C., em áreas como decoração aplicada à arquitectura, têxteis, marfins, metais e cerâmica.
A ideia, explicou a organização, composta pela direcção do Museu do Louvre e a Fundação Nacional dos Museus de Marrocos, é dar a conhecer “uma civilização que se encontrava no centro das redes diplomáticas e de comércio da altura”.
Para a exposição, foram escolhidas, também, peças representativas do período islâmico, datadas do século XII e primeira metade do século XIII d.C., que “ilustram a importância deste acervo”. Um dos destaques é uma talha de cerâmica estampada, vários objectos decorados com a técnica da corda seca, assim como um prato de bronze.
A partir de 19 de Janeiro, a exposição do Louvre “atravessa o Mediterrâneo” e pode ser apreciada no Museu Nacional de Arte Contemporânea de Rabat, em Marrocos, até Março de 2015.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA