Cultura

Cidade de Mbanza Kongo ganha plano urbanístico

Kayila Silvina | Mbanza Kongo

O Centro Histórico de Mbanza Kongo, na província do Zaire, vai contar até Agosto próximo, com um plano de regulamento urbanístico, anunciou na quarta-feira o director provincial da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos.

Fotografia: DR

Falando à imprensa, no final de uma reunião com uma equipa multissectorial do Ministério da Cultura, Biluka Nsakala Nsenga disse que o Plano de Regulamento Urbanístico do Centro Histórico terá duas fases de execução, sendo a primeira a de estudo e a última a do envio do documento final à direcção da Unesco, na capital francesa, Paris.
O dossier contempla ainda o programa de requalificação das fontes de água, bem como o de estancamento das ravinas existentes no casco urbano, para evitar que os vestígios do antigo Reino do Kongo sejam danificados. Biluka Nsakala Nsenga fez saber que a visita a Mbanza Kongo da equipa multissectorial visou a elaboração do plano de regulamento urbanístico, no quadro das recomendações da Unesco saídas da reunião de Cracóvia, Polónia, em 2017, na qual a cidade de Mbanza Kongo foi classificada como Património Mundial da Humanidade.
Os participantes da reunião, de quarta-feira, passaram ainda em revista, questões ligadas ao ordenamento do território, ligado sobretudo ao Centro Histórico Cultural de Mbanza Kongo, a permanente manutenção, bem como a gerência de espaço em termos de construção.
Integram a equipa da elaboração do Plano Urbanístico do Centro Histórico de Mbanza Kongo, os directores nacionais do Ministério do Ordenamento do Território, técnicos do Ministério da Cultura e directores provinciais de diversos departamentos ministeriais e da Administração Municipal de Mbanza Kongo.

Tempo

Multimédia