"Construções na Areia" descobrem talentos

Roque Silva |
18 de Janeiro, 2015

Fotografia: Cedida pela organização

A quinta edição do concurso nacional de escultura denominado “Construções na Areia” começa hoje, às 14h00, defronte da Casa do Desportista, na Ilha do Cabo, com a primeira semi-final provincial, na qual disputam 30 crianças.

Nesta semi-final é apurado um representante de Luanda à grande final que tem lugar a 10 de Maio, no mesmo espaço, na qual disputa o título nacional com representantes de outras 13 províncias.
Concorrentes da Lunda Norte, Bengo e Cuanzas Sul e Norte são os ausentes da presente edição. Os semi-finalistas das outras províncias são encontrados em actividades a serem realizadas aos domingos, no mar ou no rio naquelas províncias.
As crianças demonstram os seus dotes criativos de forma livre, enquanto são incentivadas de perto pelos familiares.
O júri é composto pelos ministros da Cultura, Rosa Cruz e Silva, do Ambiente, Fátima Jardim, e da Juventude e Desporto, Gonçalves Muandumba, e também por Paixão Júnior, presidente do Conselho de Administração do Banco de Poupança e Crédito (BPC), entidade organizadora do concurso.
O vencedor nacional representa Angola no concurso internacional, no qual participam crianças de países da Europa e da América do Sul, com destaque para Portugal e Brasil.
Joaquim Tenda, do Namibe, foi o vencedor da última edição do concurso nacional. A edição passada envolveu as 18 províncias. A actividade de hoje é animada por Cabo Snoop, Marceny e o grupo Hello Boys.
O “Construções na Areia” é um concurso de carácter ecológico, ambiental e cultural, cujo objectivo visa contribuir para que as crianças desenvolvam as suas capacidades psico-motoras. Oguete Rosa, coordenadora do projecto, diz que a ideia é fazer com que as pessoas mantenham contacto com a arte na infância, de forma a ampliarem as suas aptidões e aprenderem a diferenciar o belo através das suas próprias escolhas.
Despertar o engenho pelo desenho é uma das finalidades da iniciativa, frisou a coordenadora, que considera a arte um alicerce para promover valores como a fraternidade, solidariedade, respeito e compreensão, aspectos fundamentais ao desenvolvimento dos povos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA