Criada proposta para património da Humanidade


13 de Maio, 2016

Fotografia: Paulo Mulaza

A valorização do património nacional é uma das principais apostas da Direcção Provincial da Cultura da Huíla, que quer inscrever a Fenda da Tundavala, no Património Mundial da Humanidade.

O chefe do departamento do Património da Huíla disse, ontem, que já juntaram  a documentação necessária para o reconhecimento deste património. Os documentos, disse Avelino Elias,  foram enviados ao Ministério da Cultura e depois são remetidos à Organização das Nações Unidas para a Ciência, Educação e Cultura (UNESCO).
“A valorização deste património cultural nacional, que é considerado uma das sete maravilhas naturais de Angola, a Património Mundial vai, sem dúvida, potenciar o desenvolvimento económico e social da província, através do turismo”, argumentou. Para Avelino Elias, o facto da Fenda da Tundavala ter sido classificada como uma das sete maravilhas naturais de Angola é um passo importante no pedido para o seu reconhecimento como um património histórico mundial.
Além da Fenda da Tundavala, Avelino Elias apontou a estátua do Cristo Rei como um monumento histórico que pode ser elevado a Património Mundial. A nível das belezas naturais, Avelino Elias destacou  a Cascata da Huíla e a Barragem das Neves, que diariamente recebem centenas de turistas.
A Fenda da Tundavala é uma paisagem natural que está localizada a 26 quilómetros do Lubango. Na Huíla existem actualmente 180 monumentos, dos quais 11são património nacional.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA