Cultura

Cuito Cuanavale é candidato a Património Mundial

O município do Cuito Cuanavale tem condições materiais e históricas apropriadas para  se transformar em Património da Humanidade, disse, na terça-feira, a ministra da Cultura.

Ministra da Cultura anuncia candidatura do Cuito Cuanavale
Fotografia: Garcia Mayatoko (Zaire) | Edições Novembro

Carolina Cerqueira falava à imprensa no final da inauguração do Memorial à Vitória da Batalha do Cuito Cuanavale, efectuada pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos, e justificou esse objectivo com o  carácter histórico e o simbolismo da região, não só para Angola mas também para a África Austral e para o mundo.
Carolina Cerqueira disse que esse objectivo pode ser efectivado por se tratar  de uma circunscrição que é uma referência na cultura da paz, tendo argumentado que esta cultura da paz é um dos propósitos maiores da Organização das Nações Unidas para Educação, Ciência e Cultura (UNESCO).
A ministra da Cultura revelou que a candidatura de Cuito Cuanavale a Património Mundial foi aceite com regozijo e as autoridades angolanas foram encorajadas a prosseguir os estudos.
A essência dos estudos, precisou a governante, visa  comprovar que o Cuito Cuanavale tem matéria suficiente para ser admitida como Património da Humanidade, por ter sido o palco de uma das maiores batalhas da História contemporânea.
Carolina Cerqueira lembrou que a vitória  na batalha levou ao derrube do regime racista sul-africano e trouxe uma nova geopolítica na perspectiva de uma paz efectiva e da libertação de África, e acrescentou que a construção do memorial é corolário da paz definitiva que se vive no país e vai trazer, no essencial, um legado  muito significativo às novas gerações e ao enriquecimento da História   de Angola e dos  demais países da Região Austral do continente africano.
O povo angolano viu declarada por unanimidade, no passado dia 8 de Julho, pela  UNESCO a cidade de Mbanza Congo, como Património Mundial.

Tempo

Multimédia