Destacada candidatura de Mbanza Congo

Mário Cohen |
24 de Dezembro, 2014

Fotografia: Domingos Cadencia

A ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva, destacou em Luanda, o processo de candidatura do centro histórico de Mbanza Congo a Património Mundial da UNESCO, como umas das principais realizações do seu ministério este ano.

Rosa Cruz e Silva, que falava nos cumprimentos de final de ano, no Museu Nacional de História Natural, em Luanda, destacou, igualmente, a realização da segunda edição do Festival Nacional de Cultura (FENACULT’2014) e a requalificação de museus em todo o país, como outras realizações importantes este ano.
A ministra da Cultura reconheceu que o Ministério da Cultura tem muito que fazer em termos da recuperação de algumas infra-estruturas, com destaque para as salas de cinema, centros recreativos e culturais, museus nacionais e regionais.  Sublinhou que em 2015 vai continuar a trabalhar com as associações culturais, com destaque para a União dos Escritores Angolanos (UEA), União Nacional dos Artistas Plásticos (UNAP) e a União Nacional dos Artistas e Compositores (UNAC).
Rosa Cruz e Silva revelou ainda que alguns museus nacionais e regionais vão passar a ter um gestão autónoma, tendo defendido uma formação contínua dos quadros. O empenhos dos directores e dos quadros do Ministério da Cultura, disse, foi um grande contributo que definiu o sucesso de todas actividades realizada pelo sector, tendo realçado o investimento do Executivo para a concretização e realização dos vários projectos culturais.
“Neste processo podemos dizer que as acções em torno da valorização do nosso património cultural e das figuras históricas marcam o ano prestes a findar”, disse a ministra.
Rosa Cruz e Silva disse que as acções em torno da valorização das figuras históricas prossegue, salientando que o trabalho sobre a rainha Njinga Mbande e a reconstituição das imagens dos soberanos nacionais  é um facto.
Os comboios culturais realizados no âmbito do Fencacult foram considerados pela ministra como “uma verdadeira promoção da cultura de Angola”, que envolveu criadores das diferentes artes, desde a música, dança e teatro às artes plásticas.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA