Dossier é entregue em Maio

Fernando Neto | Mbanza Congo
21 de Abril, 2016

Fotografia: Adolfo Dumbo | Mbanza Congo

O Plano de Gestão de Mbanza Congo, uma das exigências para a inscrição da cidade na lista de património mundial da UNESCO, deve ser entregue na sede desta instituição das Nações Unidas, em Paris, em Maio próximo, pelo Ministério da Cultura, anunciou ontem o director da Cultura no Zaire.

Falando à imprensa a propósito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, Biluka Nsakala Nsenga frisou que o factor humano joga neste momento papel decisivo para aceitação da candidatura de Mbanza Congo como património mundial.
O responsável disse que uma equipa de peritos da UNESCO deve visitar Mbanza Congo em breve, com o propósito de confirmar a veracidade dos dados inseridos no dossier remetido àquele órgão das Nações Unidas em Setembro de 2015.
O director provincial da Cultura acrescentou que durante a estadia em Mbanza Congo os peritos da UNESCO devem, igualmente, auscultar a população local, para aferir o grau de conhecimento e valorização do património imaterial e material herdado dos ancestrais.
“Começa agora a fase mais complexa e séria do processo de candidatura de Mbanza Congo, onde os peritos da UNESCO avaliam o estado de conservação do património como o Nkulumbimbi, Tadi dia Bukikua, o cemitério dos Reis e as 12 fontes de água, que rodeia a zona de protecção patrimonial”, disse. 
Biluka Nsakala Nsenga chamou atenção dos munícipes sobre alguns factores comportamentais que ameaçam os locais históricos, nomeadamente acúmulos de lixo, abate de árvores, construções anárquicas e poluição sonora. O responsável frisou ser importante a construção de valas de drenagem para o escoamento das águas das chuvas que em alguns casos destroem os espaços históricos da cidade.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA