Instituto Camões acolhe exposição


14 de Março, 2015

O Instituto Camões  Centro Cultural Português,na capital do país, acolhe até ao final deste mês, uma exposição denominada “A Modernidade Ignorada: Arquitectura Moderna de Luanda”.

Formada por didácticos e fotografias, a mostra é uma das quatro partes de um projecto coordenado pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Alcalá (Espanha), com a colaboração da Universidade Agostinho Neto e da Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa (Portugal).
Sónia Ribeiro, uma das coordenadoras do projecto, disse à imprensa que a iniciativa foi estruturada por arquitectos e historiadores angolanos, portugueses e espanhóis. “A intenção é estudar e divulgar o que foi e pode ser a arquitectura moderna”, explicou.
A exposição faz parte de um projecto de investigação universitária que, sob uma perspectiva diferente de África, é partilhada por arquitectos e historiadores angolanos, portugueses e espanhóis.
O trabalho, realizado por estes profissionais, teve quatro resultados, designadamente um catálogo informático dos edifícios mais representativos da modernidade luandense, uma página interactiva na Internet, um livro e a exposição composta por 33 peças, que se concentra em cinco aspectos da modernidade luandense: históricos, urbanos, arquitectónicos, trabalhos específicos, estado actual e futuro.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA