Intensificada divulgação do património


16 de Abril, 2015

Fotografia: Nilo Mateus

A Direcção Provincial da Cultura do Moxico vai intensificar o seu programa de divulgação dos monumentos e sítios da região, principalmente entre os jovens e crianças.

A informação foi divulgada, na cidade de Luena, pelo director provincial da Cultura, Noel Manuel. A medida enquadra-se no âmbito do Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, que se assinala no próximo dia 18.
As acções vão consistir no esclarecimento do público, principalmente crianças e jovens, sobre a relevância histórica e a importância da preservação dos 94 monumentos e sítios inventariados nos nove municípios da província do Moxico.
O programa, explicou, vai ser materializado por especialistas do sector que vão ministrar palestras, colóquios e visitas aos nove municípios da província.
Os técnicos, reforçou, vão abordar a importância dos monumentos e sítios, a sua caracterização, identidade e origem. Enalteceu o empenho das administrações  municipais, autoridades tradicionais e entidades eclesiásticas na preservação do património, que está a permitir que as novas gerações tenham contacto com a história e cultura do Moxico.
Todo o material histórico como peças de cerâmica, artesanato, utensílios de trabalho, cemitérios, símbolos de poderes tradicionais, estão em bom estado de conservação. Para saudar o Dia 18 de Abril, a Direcção Provincial da Cultura do Moxico está a realizar um programa que contempla campanhas de limpeza e embelezamento do património histórico e cultural, visitas a lugares de interesse histórico e palestras subordinada ao tema “A importância da preservação dos monumentos e sítios históricos”.
No Moxico está localizado o Forte da Cameia, símbolo da resistência à ocupação colonial, sendo o único monumento da província classificado como património nacional, desde Abril de 1998. Um total de dez monumentos e sítios históricos foi proposto este mês, ao Instituto Nacional de Património Cultural, pela direcção local da Cultura para análise e classificação.
O director da Cultura no Moxico esclareceu que as propostas foram acompanhadas de diversos dados históricos, vídeos e respectivas fotografias ilustrativas. 
Os túmulos da primeira Rainha Nhakatolo, José Mendes de Carvalho “Hoji ya Henda” e Américo Boavida, lago Calundo, sítios do Lunhameji, Cassongo, Cassamba, edifício da antiga administração colonial do então Conselho do Distrito do Moxico, memorial à paz e as ruínas da missão da Igreja Evangélica dos Irmão em Angola (IEIA) são monumentos propostos.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA