Museu de Antropologia divulga acervo


25 de Agosto, 2016

Fotografia: Rogério Tuty

O Museu Nacional de Antropologia lança, amanhã, um projecto denominado “A Peça do Mês”, com a exposição da réplica da pedra de Hiroshima outorgada, em 2003, ao Presidente da República, José Eduardo dos Santos, pela Associação japonesa da Pedra de Hiroshima.


A pedra de Hiroshima, designada pedra da paz, foi criada em 1991, pela Associação de Hiroshima, com o objectivo de chamar atenção para a necessidade de haver paz no mundo, através da distribuição de pedras (aos países que se destacam no empenho pela paz), provenientes dos passeios da cidade japonesa de Hiroshima, atingida no final da II Guerra Mundial, em Agosto de 1945.
A “Peça do Mês”, projecto que vai decorrer de Agosto de 2016 a Agosto de 2017, ocorre em simultâneo com uma exposição temporária da instituição, como instrumento de aproximação do museu ao público.
“Pensamos, com esta iniciativa, que a Peça do Mês chama a atenção do público. Por outro lado, uma das suas características é uma ligação directa com um caso ou objecto concreto da etnografia, da história ou da actualidade sociocultural. Contudo, a Peça do Mês é uma exposição regular de uma peça isolada e exposta mensalmente numa vitrina especial”, lê-se na nota de imprensa da instituição enviada à Angop.
O projecto visa, entre outros objectivos, apresentar temáticas e tipologias de objectos com elevado valor etnográfico, histórico e científico, permitir a rotatividade das colecções do Museu de Antropologia, divulgar e valorizar as suas colecções, através da “Peça do Mês”, e contribuir para o conhecimento da cultura de Angola.
O objectivo do projecto é levar o público a visitar o Museu Nacional de Antropologia, contribuir e aumentar o nível cultural da população, bem como as  estatísticas da instituição, tendo como público alvo  crianças, jovens e estrangeiros.
No total, são 12 peças, uma por cada mês, cuja acção inclui  o tratamento e manutenção do acervo seleccionado, pesquisa e redacção de textos sobre a peça, aquisição de fotografias e de expositores e a  produção gráfica de postais. O Museu Nacional de Antropologia é um estabelecimento público que visa assegurar, entre outras atribuições, a divulgação do acervo cultural sob a sua guarda, para fins educativos.
O Museu Nacional de Antropologia localiza-se no bairro dos Coqueiros, na cidade de Luanda. Fundado em Novembro de 1976, foi a primeira instituição museológica criada após a independência de Angola ocorrida um ano antes. Esta instituição de carácter científico, cultural e educativo está vocacionada para a recolha, investigação, conservação, valorização e divulgação do património cultural angolano.
O Museu Nacional de Antropologia é composto por 14 salas distribuídas por dois andares que abrigam peças tradicionais, designadamente utensílios agrícolas, de caça e pesca, fundição de ferro, instrumentos musicais, jóias, peças de pano feito de casca de árvore e fotografias dos povos khoisan. Além do seu núcleo permanente, o museu recebe também diversas exposições temporárias.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA