Museu de Orsay em França permite fotografar quadros


26 de Março, 2015

O Museu de Orsay, de Paris, que abriga uma das mais importantes colecções impressionistas do mundo, vai permitir que os visitantes tirem fotos, depois da ministra da Cultura francesa, Fleure Pellerin, publicar nas redes sociais uma imagem tirada no recinto, confirmou a direcção do museu à agência EFE.

O Orsay era um dos poucos museus da capital francesa que proibia fotografias dos quadros, desde 2009. Durante uma visita esta semana à retrospectiva do pós-impressionista Pierre Bonnard, a ministra da Cultura, Fleure Pellerin, fotografou uma obra e publicou-a no Instagram. A foto não passou despercebida para as associações que há anos reivindicam, em nome da divulgação da cultura, a permissão para fotografar as obras do museu.
O Museu de Orsay ficou numa encruzilhada e finalmente cedeu, aceitando suspender a proibição. Mas para preservar as obras vai continuar a proibir o uso de flashes, de “pau de selfies” e tripés.
Também vai ser mantida a restrição de fotografar as obras emprestadas por outras instituições para exposições temporárias que não permitem fotos. Resta saber se com a sua foto Pellerin cometeu um erro ou simplesmente tentou forçar o museu a aplicar uma medida que ela encoraja em todos os centros.
A direcção do Orsay reconheceu que a foto da ministra “acelerou” a decisão de suspender o veto, mas que há meses estudava fazê-lo.
A ministra afirmou no Twitter que a única coisa que a sua foto fez foi incentivar a campanha “Todos Fotógrafos”, lançada em Julho de 2014, com a qual pretende que o público contribua para a divulgação da cultura através da fotografia.
Em nome desse princípio, os museus da capital foram permitindo fotografias das obras, tornando o Orsay o último bastião dessa proibição.
A medida afecta também a Orangerie, sala de exposições situada do outro lado do rio Sena, ligada ao Orsay.
O Orsay  é um museu na cidade de Paris, na França, que apresenta colecções principalmente pinturas e esculturas da arte ocidental do período compreendido entre 1848 e 1914.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA