Cultura

Museu em Paris dá espaço à obra de Paul Landowski

Um museu dedicado à obra do escultor francês Paul Landowski (1875-1961), responsável pela estátua do Cristo Redentor, com vista para a cidade do Rio de Janeiro, foi na quinta-feira inaugurado, em Paris.

Fotografia: Edições Novembro |

O Museu Landowski, em Boulogne-Billancourt, perto de Paris, concentra 60 esculturas, cinco pinturas e dez desenhos do artista “agregados à categoria
do classicismo”, mas que, paradoxalmente, ambicionavam ser considerados modernos, sublinha Gabrielle Soullier de Roincé, a cargo da conservação das obras exibidas. Muitas das 414 obras, incluindo esboços feitos pelos seus herdeiros em Boulogne-Billancourt, datados da década de 80, foram oferecidos ao museu parisiense, em homenagem a Landowski, a quem foi atribuído o Prémio
de Roma em 1900. O prémio trata-se de uma bolsa de estudos, financiada pelo Governo francês e destinada a estudantes de artes,
criada no século XVII, aquando do reinado de Luís XIV.

Tempo

Multimédia