Cultura

Quotidiano dos refugiados em mostra

O dia-a-dia dos refugiados nos campos de concentração em Angola é foco de uma exposição colectiva dos fotógrafos Colin Delfosse, de nacionalidade belga, e do inglês Griles Duley, que está patente ao público desde ontem, no Memorial António Agostinho Neto (MAAN), em Luanda.

A exposição reúne um conjunto de 31 fotos que ilustram a alegria de um menino com uma bola feita de saco de plástico e corda em pleno século XXI, meninas a saltarem corda feita de pano, famílias recém-transferidas do centro de recepção de Caconda para o assentamento de refugiados do Lóvua, na Lunda-Norte, mulheres a carregarem os seus pertences para a nova morada e o artista congolês alegrando multidões de crianças asiladas, após ter fugido da violência dos tropas na província do Kasai, República Democrática do Congo (RDC).

Tempo

Multimédia