Paul McCartney entusiasma fãs


20 de Agosto, 2014

O Candlestick Park de San Francisco, estádio que entrou para a história por ser o palco do último espectáculo dos Beatles em 1966, viveu mais uma noite memorável, com o concerto a solo de Paul McCartney, antes da sua demolição.

A actuação de Paul McCartney, com repertório solo e dos Beatles, encheu pela última vez o Candlestick com quase 50 mil pessoas e provocou uma autêntica loucura na cidade. “Não podia perder, simplesmente não podia. Estive aqui quando os Beatles tocaram em 66 e esse espectáculo marcou-me para a vida toda, agora tinha que voltar”, contou à Efe Rose Kurtz, que viajou do Nevada para ver o concerto.
A expectativa para o concerto era tanta que os bilhetes foram todos vendidos em apenas duas horas. O próprio músico Paul McCartney queria fazer do espectáculo uma ocasião especial e engrandeceu a festa com mais de 900 efeitos pirotécnicos, um número muito superior ao que habitualmente usa.
A referência ao Candlestick como o último concerto “oficial” dos Beatles é porque depois dele a banda só voltou a reunir-se no dia 30 de Janeiro de 1969, de surpresa, no telhado da gravadora Apple Records, em Londres, naquela que foi a sua última actuação juntos.
O espectáculo de Paul McCartney, baptizado como “Farewell to Candlestick” (“Despedida do Candlestick”), faz parte da sua digressão “Out There”, que passou pelo Brasil, Uruguai, Chile, Peru, Equador e Costa Rica.
O Candlestick Park, em San Francisco, de propriedade municipal, foi inaugurado no dia 12 de Abril de 1960 pelo então vice-presidente dos Estados Unidos, Richard Nixon.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA