Cultura

Peça "Hotel Komarka" exibida na Liga Africana

O espectáculo “Hotel Komarka”, distinguido com vários prémios internacionais e nacionais, é apresentado amanhã, às 19h30, na Liga Africana, em Luanda, pelo colectivo Henrique Artes, na véspera dos 10 anos da sua estreia. Apresentado pela primeira vez em Luanda, a 27 de Abril de 2007, a peça volta a fazer as delícias dos admiradores do teatro angolano e da lusofonia, uma realidade onde a produção conquistou vários prémios.

Distinguido com o Prémio Revelação do Festival Internacional de Teatro de Língua Portuguesa (FESTLP), em 2011, no Rio de Janeiro, Melhor Espectáculo no Festival Internacional do Cazenga, o espectáculo retrata a história de sete reclusos que lutam para se evadirem da cadeia embora estejam cientes das dificuldades que a missão lhes impõe..
Momentos de emoção, tristeza, sonho, alegria e, sobretudo, desejo de liberdade por vias incorrectas são retratados durante 50 minutos de espectáculo onde os presos  levam a plateia a reflectir sobre muitas questões sociais.x O espectáculo que foi exibido no Festival de Mindelo, em Cabo Verde, no Festival de Amostra Latino-americana de Piauí, em São Paulo (Brasil), e na Mostra Internacional de Teatro (Mite), em Lisboa, fez a sua primeira internacionalização na primeira edição do Festival de Artes do Elinga Teatro.
Segundo o encenador, “Hotel Komarka” actualiza-se à medida que a sociedade se desenvolve pois remete o público a essa realidade.
Vencedor do Prémio Nacional de Cultura e Artes 2013, categoria de Teatro, pelo conjunto de obras, o colectivo Henrique Artes é detentor dos prémios Cidade de Luanda, com a peça “Meu enigma” e “Côncavo e convexo”.
Fundado em Luanda, há 16 anos, no colégio técnico pré-universitário Henriques, por Flávio Ferrão, o grupo tem no seu reportório várias obras, com destaque para “Amor fatal”, “A sombra”, “Conspiração”, “Controvérsias sociais”, “Contra o tempo”, “Dançando com o lobo”, “Dossier leviano”, “É minha gente, temos o mesmo cheiro”.

SAPO Angola

Tempo

Multimédia