Cultura

Peça “Água é Vida”abre programa teatral na Liga

Manuel Albano

“Água é Vida” é o título do primeiro capítulo do projecto de encenação denominado “Os Desinclinados”, no estilo comédia de situação, que estreia hoje, às 19h30, na Liga Africana, em Luanda.

Fotografia: DR

O episódio de estreia foi escrito e encenado pelo encenador, actor e director artístico do grupo Enigma Teatro, Tony Frampenio.
“Os Desinclinados” é um projecto de teatro estilo comédia de situação, com uma sequência de 12 episódios que formam a temporada, disse ontem ao Jornal de Angola, o director-geral e mentor do projecto, Fernando Quissola.
Para a estreia, explicou, foi criado um elenco composto pelos actores Txizainga Raul (Ti Paixão), Mariana António (Mana Bela), Teresa João (Shakira) e Inácio Botelho (Santinho), tendo como convidados especiais Nelo Jazz, mais conhecido pela personagem “Papá Ngulo”, que em  “Os Desinclinados”  desempenha o papel de “Man Ré”.
De acordo como Fernando Quissola, o primeiro capítulo, “Água é Vida”, retrata o modo hilariante do angolano. Ti Paixão é o senhorio de uma casa com vários compartimentos arrendados e o mesmo cria várias situações para tirar vantagem dos inquilinos.
O projecto “Os Desinclinados”, durante os episódios, procura abordar vários temas de carácter social, como a falta de água e energia, o “bulling” às celebridades angolanas, o alcoolismo e outras práticas que ocorrem no quotidiano. Os episódios vão ter a duração de 40 minutos, mas a estreia tem apenas meia hora e é antecedida da apresentação do projecto.
O projecto visa despertar no público por meio de exibições de peças de teatro socioculturais e tem como um dos objectivos ajudar a encontrar caminhos de maneira a serem solucionados problemas que enfermam a sociedade angolana.
“Queremos que o projecto consiga ser mais um espaço de promoção das artes e dar oportunidades, referencialmente, de os actores mostrarem o seu talento artístico”, sublinhou  Fernando Quissola.

Tempo

Multimédia