Cultura

Peça “Amor Puro” na Trienal de Luanda

A companhia de teatro Miragens leva ao palco da III Trienal de Luanda uma demonstração do amor verdadeiro entre homem e mulher com a apresentação da peça “Puro Amor”, na quinta-feira, às 20h00, no Palácio de Ferro.

Miragens Teatro representa no palco Ngola um melodrama
Fotografia: Paulino Damião|Edições Novembro

A peça, a ser exibida no palco Ngola, é um melodrama de 50 minutos escrito e montado em duas linhas argumentais por Walter Cristóvão com supervisão de Manuel Teixeira “Chetas”.
O espectáculo faz um entrosamento entre o realismo e o surrealismo, propondo uma profunda reflexão nas relações conjugais. O enredo começa quando a esposa, numa das suas saídas de lazer, conhece um jovem que se tornaria o seu novo amor. A peça tem a participação de oito personagens e narra a história criada com base em factos reais de dois casais com diferentes histórias de vida. Estes passam por várias momentos, até que o amor se torna mais forte e acaba por os unir para sempre.
O primeiro casal, representado pelos actores Sizaianga Raúl e Mariana António, vive um relacionamento perfeito até que a ausência de um filho leva ao drama a relação que sempre foi vista como um exemplo na comunidade em que reside. “O marido, por várias circunstâncias da vida, deixa de ser carinhoso, amigo e romântico com a esposa, tornando-se machista, ciumento e agressivo”.

Tempo

Multimédia