Cultura

Peça inspirada em conto fecha época no Camões

Roque Silva

“Pim, Pam, Pum e as Histórias do Carteiro Benjamim” é a peça de teatro para crianças que o Grupo Experimental de Teatro (GET) exibe hoje, às 9h30, no auditório Pepetela, no Camões - Centro Cultural Português, em Luanda, no fecho da temporada mensal do colectivo em diversos palcos luandenses.

Grupo Experimental de Teatro exibe hoje peças para crianças
Fotografia: Edições Novembro

A peça resulta de uma criação colectiva, inspirada no conto “O Carteiro Chegou”, clássico mundial da literatura infantil americana, de autoria de Allan Ahlberg e ilustrada pela sua esposa, Janet Ahlberg, que vendeu mais de seis milhões de exemplares.
O trabalho artístico, agora transformado em produção nacional com encenação e direcção de Paulo Aveiro Bolota e ilustração de Irina Kazak, junta-se à música e rimas, criando um mundo de fantasia, recriado em cadaos de duração, a peça envolve as crianças num mundo de fantasias, participando e interagindo com diversos personagens, dando, assim, o seu contributo para a construção do próprio espectáculo.
A peça é exibida de adultos para crianças, por isso as personagens são interpretadas pelos de actores Anderson Manuel, Helena Nonjamba, José Pedro, Lídia Loureiro, Milton Jorge e Paulo Cardoso.
A versão original, publicada em 2007, tem um projecto gráfico moderno, com cartas de diferentes formatos, e o texto apresenta características de uma linguagem delicada e afável.
Segundo a história, o carteiro leva cartas a vários personagens dos principais contos de fadas, como uma que Cachinhos Dourados escreve à família do Ursinho para se desculpar das coisas que fez em sua casa. O carteiro leva, também, um cartão-postal de Joãozinho para o gigante, em que comenta sobre as suas férias com a mãe e a galinha dos ovos de ouro e um outro cartão de aniversário, feito por Chapeuzinho Vermelho para a sua amiga Cachinhos Dourados.

“Quebra Línguas”
O Grupo Experimental de Teatro exibe, ainda hoje, em duas sessões, às 15 e 17h00, no espaço Plano B, no interior da Estação dos Correios, na avenida Lénine, e na Casa das Artes, em Talatona, a peça “Quebra Línguas e Outros Contos”, baseado uma lenda australiana sobre a história da criação do mundo pelo sol e de como o céu se afastou da terra.
A peça, que fica em cartaz, no espaço Plano B e na Casa das Artes, todos os sábados até 27 de Outubro, segundo o encenador e director artístico, traz criaturas estranhas, em conversas, onde, pelo meio repetem quebra-línguas, versinhos, advinhas e até receitas.

Tempo

Multimédia