Cultura

Peças roubadas no Dundo estão a caminho de Angola

Roque Silva

As seis peças roubadas do Museu Regional do Dundo, na Lunda-Norte, no período da guerra civil, e levadas ao exterior do país, encontram-se acondicionadas na Embaixada de Angola em Bruxelas, na Bélgica.

Objectos levados ilicitamente para o exterior voltam ao acervo
Fotografia: Benjamin Cândido | Edições Novembro | Lunda-Norte


A informação foi avançada ontem, ao Jornal de Angola, pelo director Nacional dos Museus, que revelou que integram o lote de peças um cadeirão de chefe ‘chokwe’, um cachimbo adornado com uma cabeça humana, uma taça para cozinhar mandioca, um pequeno banco circular, uma máscara de madeira maciça de cor vermelha e uma outra ‘chokwe’.
Ziva Domingos, que não precisou a data de regresso das obras de arte ao país e a restituição ao Museu Regional do Dundo, disse que “o facto pode acontecer a qualquer momento, já que é um assunto que tem sido tratado entre os responsáveis do Ministério da Cultura e da Embaixada de Angola na Bélgica.”
O director Nacional dos Museus considerou a recuperação das peças “o reforço da identidade cultural e garante da reconstituição do acervo museológico e da História de Angola.
As peças foram resgatadas pela Fundação Sindika Dokolo e entregues no passado dia 7, na capital da Bélgica, em cerimónia que contou com a presença do embaixador de Angola naquele país, Georges Chikoti, em representação do Estado angolano, e Alexandra Aparício, pelo Ministério da Cultura, além de negociadores de arte e galeristas.
O presidente da Fundação Sindika Dokolo, que também esteve presente no evento, referiu na ocasião que o processo de  restituição das peças ocorreu devido a parceria estratégica celebrada em 2016 com o Governo angolano, cujo propósito é a localização, identificação e repatriamento do acervo da colecção do Museu Regional do Dundo, que se perdeu, e foi parar ao mercado ilícito.
Essa é a quarta vez que são recuperadas peças levadas ilicitamente de Angola, sendo que a primeira aconteceu na década de 1990.

Tempo

Multimédia