Pintor Cristiano Mangovo expõe quadros no Memorial


8 de Outubro, 2015

“Guiadores” é o título da exposição do artista plástico Cristiano Mangovo, inaugurada hoje às 18h30, no Memorial Doutor António Agostinho Neto, em Luanda.


A exposição  é constituída por 27 pinturas e três esculturas e está patente no Memorial até 25 deste mês. “Guiadores” explora,  de modo criativo, as respostas do artista Cristiano Mangovo ao exercício do equilíbrio de poder (e suas contradições) numa sociedade que está em constante mudança.
Comprometido com as principais questões específicas do contexto em que opera, como a protecção ambiental, os direitos da mulher, ou sobre temas como o consumismo, os valores humanos, as relações sociais ou o urbanismo, o artista tem como “framework” a paisagem urbana e as cenas da vida quotidiana.
“A paisagem africana de hoje oferece novas formas de reflexão e de diálogo em todos os aspectos. A mudança, a velocidade e a surpresa são constantes. Energia, urgência e emoção são uma presença nutritiva e por isso fértil”, disse Cristiano Mangovo, que nasceu em 1982  em Cabinda, numa família com talento para as artes plásticas. Com apoio da mãe, matriculou-se no curso das Humanidades Artísticas, onde obteve, em 2003, o Diploma de Estado, no Colégio das Belas Artes Esfora, na área da pintura.
Seguiu os estudos superiores na Academia das Belas Artes de Kinshasa depois de uma formação   no atelier do artista Narciso Simambote, com o objectivo de completar a formação.
Ganhou vários prémios, entre os quais: o “Prémio ENSA Arte-Alliance Française” e a “Menção Honrosa em Pintura” (2014), a “Menção Honrosa em Escultura do Centro Cultural Camões”,  o “Prémio ‘Mirella Antognoli Argelá’ de Pintura e Escultura para Artistas Angolanos”, organizado pela Embaixada da Itália em Angola.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA