Pintora Melina na Beira Baixa

Roque Silva |
1 de Abril, 2017

Fotografia: Maria Augusta | Edições Novembro

Inês Melina participa na segunda edição da exposição internacional colectiva de artes plásticas, denominada “Castelo.Branco-Artes”, que é inaugurada hoje e fica patente até o próximo dia 29, no Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), em Castelo Branco, em Beira Baixa, Portugal.

A mostra, na qual a jovem artista plástica residente em Portugal é representante angolana, reúne uma diversidade de trabalhos de pintura, escultura, desenho e fotografia.
Inês Melina estreia-se numa exposição internacional com dois quadros, sendo um inédito, criado com as técnicas acrílico, óleo e caneta sobre tela e outro criado em 2015, com grafite, acrílico e tinta da China sobre tela.
A peça inédita, com o título “Aftermath”, é um quadro com três imagens diferentes, no qual se destaca a movimentação de pessoas para as montanhas cheias de neve depois da guerra, sangue e sinais de trilhos sobre a neve.
O segundo quadro “Unity” é um desenho com três mulheres africanas, no qual a artista pretende transmitir a união entre as mulheres artistas plásticas. O quadro foi inspirado numa imagem da marca de roupas angolana “Oluchi”. A artista participa na exposição a convite do curador e comissário internacional de Artes e Letras da Europa, Kim Molinero, depois de tomar contacto com as suas criações.
Além dos trabalhos da angolana, a exposição conta com criações de 24 outros experientes artistas de nacionalidade italiana, espanhola e portuguesa, conhecidos no mundo das artes plásticas, entre os quais figuram nomes como Amamade, Ana Malta, Branca Rodrigues, Carmen dos Santos, Dalila Silva, Dina de Souza e Rui Carruço e Nor. Inês Melina participa numa exposição internacional em Espanha a ser inaugurada no dia 30 de Junho, na cerimónia de abertura de Associação de Artes Plásticas, que integra jovens talentos de várias nacionalidades.

capa do dia

Get Adobe Flash player



ARTIGOS

MULTIMÉDIA