Cultura

Pintora Melina na Beira Baixa

Roque Silva |

Inês Melina participa na segunda edição da exposição internacional colectiva de artes plásticas, denominada “Castelo.Branco-Artes”, que é inaugurada hoje e fica patente até o próximo dia 29, no Instituto Português do Desporto e Juventude (IPDJ), em Castelo Branco, em Beira Baixa, Portugal.

Artista mostra criações em Castelo Branco
Fotografia: Maria Augusta | Edições Novembro

A mostra, na qual a jovem artista plástica residente em Portugal é representante angolana, reúne uma diversidade de trabalhos de pintura, escultura, desenho e fotografia.
Inês Melina estreia-se numa exposição internacional com dois quadros, sendo um inédito, criado com as técnicas acrílico, óleo e caneta sobre tela e outro criado em 2015, com grafite, acrílico e tinta da China sobre tela.
A peça inédita, com o título “Aftermath”, é um quadro com três imagens diferentes, no qual se destaca a movimentação de pessoas para as montanhas cheias de neve depois da guerra, sangue e sinais de trilhos sobre a neve.
O segundo quadro “Unity” é um desenho com três mulheres africanas, no qual a artista pretende transmitir a união entre as mulheres artistas plásticas. O quadro foi inspirado numa imagem da marca de roupas angolana “Oluchi”. A artista participa na exposição a convite do curador e comissário internacional de Artes e Letras da Europa, Kim Molinero, depois de tomar contacto com as suas criações.
Além dos trabalhos da angolana, a exposição conta com criações de 24 outros experientes artistas de nacionalidade italiana, espanhola e portuguesa, conhecidos no mundo das artes plásticas, entre os quais figuram nomes como Amamade, Ana Malta, Branca Rodrigues, Carmen dos Santos, Dalila Silva, Dina de Souza e Rui Carruço e Nor. Inês Melina participa numa exposição internacional em Espanha a ser inaugurada no dia 30 de Junho, na cerimónia de abertura de Associação de Artes Plásticas, que integra jovens talentos de várias nacionalidades.

SAPO Angola

Tempo

Multimédia