Pitabel leva tradição aos palcos brasileiros

Manuel Albano |
20 de Agosto, 2014

Fotografia: Cedida pelo grupo

Adérito Rodrigues, encenador do Núcleo de Artes Pitabel, disse ontem, em Luanda, que o grupo vai levar para o Rio de Janeiro, durante a sexta edição do Festival Internacional de Teatro de Língua Portuguesa (FESTLIP), objectos de artesanato para divulgar a diversidade cultural de Angola.

A intenção, referiu ao Jornal de Angola, é aproveitar um dos maiores festivais da lusofonia, no qual o grupo é um dos representantes angolanos, para divulgar e dar a conhecer melhor a cultura do país entre os brasileiros, moçambicanos, portugueses, cabo-verdianos, guineenses, são-tomenses e timorenses.
Pela primeira vez no festival, o grupo apresenta a peça “O Preço do Fato” no dia 28, às 20h00, no Rio de Janeiro (meia-noite em Angola), no Teatro Glaucio Gill, e nos dias 30 e 31, às 21h00, no Teatro Jochey.
Esta peça, explicou o encenador do grupo, é “rica” no seu conteúdo e abordagem, por procurar transmitir questões complexas sobre a cultura bacongo. “Trabalhamos muito as formas expressivas dos actores para se aproximarem ao máximo dos hábitos e costumes. Queremos que os participantes consigam levar alguma coisa de útil sobre as nossas tradições, por isso, estamos convictos de que vai ser uma boa representação”, disse.  À semelhança do Enigma Teatro, outro representante angolano no festival, o Núcleo de Artes Pitabel fez também uma temporada de espectáculos com “O Preço do Fato”, na Liga Africana, em Luanda. O principal objectivo foi o de dar traquejo e rotina aos setes actores que vão ao Brasil, para lhes permitir melhorar o seu posicionamento em palco, a dicção e dramatização. “Vamos levar três actores da família (moderna) da personagem Luís e quatro da família (tradicional) da Cristina, que vão ajudar a divulgar a cultura angolana no estrangeiro”, disse Adérito Rodrigues.
A peça gira em torno da vida de Cristina, uma jovem de 20 anos natural de Mbanza Congo, mas que cresceu em Luanda e com o tempo foi perdendo os valores da sua tradição, o que põe em risco a sua relação com Luís.
No âmbito da parceria com o grupo de teatro Henriques Artes, o grupo convidou para uma participação especial a actriz Naed Branco, que deve descolar-se com o grupo ao Rio de Janeiro, para actuar no festival.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA