Planos de Hitler vistos em mostra


22 de Setembro, 2014

Os planos utópicos de Hitler para a construção de Berlim a uma escala monumental nunca foram realizados, mas os preparativos envolveram demolições e o uso de trabalho escravo, principalmente judeus, revela uma exposição.

O projecto idealizado pelo arquitecto favorito dos nazis, Albert Speer, foi o grande sonho de Hitler de uma nova capital para “Germania”, que incluía a limpeza de várias áreas de Berlim, cujos inquilinos, deslocados, foram transferidos para apartamentos desocupados  pela deportação dos judeus.
A exposição, patente num museu dentro da estação de metro Gesundbrunnen no norte de Berlim, explora a ideologia e as consequências da “não realizada” “Germania” de Hitler. “Não se trata da ‘Germania’ como o passatempo de um ditador”, disse a curadora da exposição.
 “É sobre as intenções de um projecto como este ou a ideologia por trás dele e aqueles que sofreram por causa disso”, afirmou Gernot Schaulinski.
Os pormemores da exposição mostram também como Albert Speer, que foi preso pelo seu papel no Terceiro Reich até 1966, trabalhou em colaboração com os nazis e contribuiu directamente para o terror que foram os campos de extermínio.
Albert Speer trabalhou com os nazis proeminentes Reinhard Heydrich e Joseph Goebbels na coordenação das deportações em massa de Berlim, registadas em Outubro de 1941.
A SS construiu uma das maiores olarias do mundo em Oranienburg, acampamento montado perto de Berlim, onde muitos presos foram assassinados ou morreram por causa do trabalho forçado.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA