Poetas declamam no Huambo


30 de Setembro, 2015

Fotografia: Francisco Bernardo

Um total de 20 poetas dos 14 províncias do país declamaram na noite de segunda-feira os seus poemas durante o Festival Nacional de Poesia, realizado no Huambo, em homenagem ao Poeta Maior e fundador da Nação, António Agostinho Neto.

Na ocasião, os  poetas declamaram os seus textos inspirados na natureza e na vivência dos angolanos, com o propósito único de, através da arte, resgatar os valores culturais, cívicos e morais na sociedade.
A medida que foram subindo ao palco, cada um a seu jeito procurava, ao som de uma guitarra, exteriorizar aquilo que lhes ia na alma, maravilhando o público amante da literatura que encheu o anfiteatro do Instituto Superior Politécnico da Universidade José Eduardo dos Santos. Em evidência estiveram Ndimba Angola, João Lara, Poeta dos pés Descalços, Gugu Sapengo e Tio Velho. Ao palco foram também chamados os músicos Justino Handanga, Edna Mateia e Levita, bem como o humorista Kotingo.
No final da actividade, o poeta Chico Pobre, responsável pela iniciativa, fez um balanço positivo em termos organizativos e participativos, salientando as dificuldades financeiras que impedirem a presença de mais poetas nacionais.
Ao perspectivar as próximas edições, Chico Pobre referiu que a comissão organizadora vai trabalhar no sentido de melhorar cada vez mais o Festival Nacional de Poesia.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA