Problemas sociais criticados em peça

Roque Silva |
3 de Outubro, 2014

Fotografia: DR

A companhia de artes EK exibe hoje, às 19h30, na Liga Africana, em Luanda, a peça de teatro “A hora da verdade”, cujo enredo reflecte sobre os problemas sociais que afectam a sociedade angolana.

De 45 minutos, o texto baseia-se em dois contos. O primeiro aborda as vicissitudes do tempo colonial e o segundo a realidade actual da juventude.
Estreada em 2009, a peça apresenta um fragmento da era do tráfico de escravos e alguns problemas sociais vividos hoje, como a corrupção, o analfabetismo, desemprego e o consumo excessivo de bebidas alcoólicas.
Noé Lunga, o autor da peça, disse que estes aspectos são personificados por cinco actores, e analisados e debatidos por outras duas personagens que interpretam o papel de Agostinho Neto e da Rainha Njinga Mbande. A companhia EK foi criada há cinco anos, para promover o teatro durante o Campeonato Africano das Nações, em 2010.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA