Projecto Actuar exibe “A mesa”

Mário Cohen |
13 de Agosto, 2016

Fotografia: Eduardo Pedro |

O projecto de teatro Actuar exibe no dia 4 de Setembro, em Luanda, na Paróquia da Nossa Senhora das Graças, no distrito urbano do Rangel, às 20h00, a peça  “A mesa”, da autoria do dramaturgo José Mena Abrantes.

O espectáculo é um clássico que fala do sofrimento no período pós-independência, de uma forma cativante. Os actores Dionísio Pedro e Ernesto Relógio são os grandes protagonistas da peça que levam o público a uma viagem emocionante.
O espectáculo já foi interpretado por artistas de renome internacional, com destaque para a actriz ango-brasileira Heloísa Jorge, que também participou na telenovela angolana “Jikulumesso”, nas vestes da personagem Djamila.
Dionísio Pedro, mentor da iniciativa disse, ontem, ao Jornal de Angola, que o grande objectivo do projecto é juntar actores dos vários grupos da capital, com a finalidade de desenvolver as artes cénicas no país, assim como sensibilizar a sociedade com a exibição de espectáculos de teatro, com vista a combater as acções negativas que têm acontecido nos últimos dias na cidade de Luanda.
De acordo com o responsável do projecto, o teatro é uma arte que tem vários propósitos, como apresentar situações correntes do dia-a-dia e despertar sentimentos no público. “Quanto mais os actores se unirem, melhor vai ser o crescimento da classe, assim como juntar ideias para resolver os principais problemas que afligem o teatro no país”, disse.
Dionísio Pedro revelou que o projecto Actuar foi convidado para participar, no próximo mês de Novembro, no Festival Internacional de Teatro de Santa Teresa (Intest), no Brasil, organizado pela Companhia de artes Rizzu.
O responsável avançou que, devido a dificuldades financeiras, o projecto Actuar corre o risco de não participar no festival caso não consigam patrocínios para suportar as despesas de deslocação ao Brasil. “A não participação do grupo neste festival é uma perda de oportunidade para os actores angolanos mostrarem como o teatro em Angola está a desenvolver”, disse o actor Dionísio Pedro.
O projecto “Actuar” existe desde o ano passado e tem agendados vários espectáculos para o mês de Setembro, das obras “Pai por acaso, filha por acidente”, do brasileiro Romário Machado, “A revolução menestrel”, de William Shakespeare, e “Tudo à palhaço”.
Dionísio Pedro é integrante do grupo Kulonga Teatro e tem colaborado com o colectivo Marato Teatro de Rua, na realização de actividades comunitárias em várias artérias da cidade de Luanda.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA