Promotor quer realizar a gala noutras províncias de Angola


23 de Setembro, 2016

O presidente das Organizações África Cultura, promotora do festival de música kizomba “Feskizomba”, Aníbal da Silva, admitiu ontem, em Luanda, a disponibilidade para levar o concurso fora da capital, desde que o governo de determinada província se disponibilize em apoiar alguns encargos.

Em declarações à Angop, o responsável argumentou que tem estado a solicitar a intervenção de algumas províncias, mas ainda nenhuma se disponibilizou para o efeito. “Continuaremos a insistir, porque queremos procurar talentos no domínio da música nas províncias do litoral e também do interior do país”, enfatizou.
Aníbal da Silva reiterou que o concurso tem lançado no mercado de música nacional talentos anónimos que posteriormente contribuem para o desenvolvimento da música popular angolana. “É concurso muito concorrido pelos jovens que buscam um lugar no panorama artístico nacional, basta ver que para esta edição recebemos mais de duzentos pré-candidatos provenientes de todo o país”, avançou.
Quanto aos artistas homenageados, o responsável ressaltou que valorizam o festival, porquanto apresentam em palco toda a sua maturidade e experiência, passando o testemunho para os novos valores. Por outro lado, reconheceu, são homenageados por tudo quanto fizeram em prol da música nacional.
Nesta nona edição do festival, que se realiza amanhã, no cinema São Paulo, em Luanda, vai ser homenageada a cantora Isidora Campos, pelo seu contributo na promoção e valorização da música popular angolana. Já foram homenageados pelas Organizações África Cultura os cantores Jacinto Tchipa, Eduardo Paím, Pedrito, Carlos Burity, Irmãos Almeida e Robertinho.
Concorrem para esta edição 15 candidatos, incluindo seis vozes femininas, alguns dos quais provenientes das províncias do Bié, Huambo, Uíge, Benguela, Namibe, Cuanza Sul e Cabinda.
De acordo com o responsável, o vencedor recebe como prémio uma formação musical, agenciamento pelas Organizações África Cultura e  um troféu, enquanto o segundo e terceiro classificados recebem como prémio um certificado de mérito.
O Feskizomba é um concurso musical anual destinada a estimular a criatividade dos artistas nacionais e a descobrir novos valores.

capa do dia

Get Adobe Flash player




ARTIGOS

MULTIMÉDIA